Apresentação

Bem vindo ao meu blog.Aqui serão lidos meus pensamentos e sentimentos decodificados em palavras, então, será um blog íntimo e profundo! A todos uma boa viagem por dentro de meu ser!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

CANÇÃO QUASE MELANCÓLICA



Parei as águas do meu sonho
para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
ficou por cima, a procurar...
Os pássaros da madrugada
não têm coragem de cantar,
vendo o meu sonho interminável
e a esperança do meu olhar.
Procurei-te em vão pela terra,
perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
por que insisto em te imaginar?
Quando vierem fechar meus olhos,
talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,
e que vens, se o tempo voltar.

(Ceília Meirelles)

2 comentários:

  1. Hola Ansyse!! Cómo andas tanto tiempo? te acordas de mi? Cuando vi tu nombre en el blog de Milena me dio mucha alegría.saber que seguis por aca cerca.estuve viendo tu blog, pero bueno mucho no entiendo el portugues ejjeje. me acuerdo de la belleza y profundidad que tienen tus poesias. me imagino que seguis con la pintura. me gustaria ver algo de eso.
    Te dejo la dirección de mi blog: www.artealencuentro.blogspot.com. Ahí estan mis pinturas. y tambien esta mi correo.estaría bueno seguir contacto.
    te mando un abrazo enorme!!!
    desde Rosario
    Raquel

    ResponderEliminar
  2. Oi Ansyse!
    Este poema é muito lindo,vejo que todos vivenciamos os mesmos sentimentos.
    Identificamo-nos em algum momentos de nossas vidas com eles.
    Realmente é lindo,me comoveu bastante.
    Agora estarei aqui sempre dando uma olhadinha.
    Parabéns amiga.
    Afetuoso bjo.

    ResponderEliminar